sexta-feira, 15 de abril de 2016

Movimentos e centrais sindicais realizam ações por todo o país

Trancamento da BR050 - Uberlândia MG (foto AFES)
Trancamento de rodovias, manifestações, paralisações de fábricas, entre outras ações, acontecem por todo o país contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e em defesa da democracia, nesta sexta-feira (15). As manifestações aconteceram em mais de 16 estados, contando com a participação de 50 mil trabalhadores. Essas manifestações também fazem parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, do MST.

Em Uberlândia (MG) integrantes de movimentos sociais do campo e da cidade, como o
MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), MSTB (Movimento dos Sem Teto do Brasil), do MSC (Movimento dos Sem Casa) e da UNLC (União Nacional de Luta Camponesa) bloquearam nesta sexta-feira (15) a BR050. A estrada foi fechada nos dois sentidos próximo à ocupação dos Sem Teto, na área do Gloria, na zona sul de Uberlândia.  O trancamento, também,  congestionou o viaduto sobre a avenida João Naves da Ávila, no bairro Santa Luzia, zona sul, onde caminhões bloquearam o acesso a alça que leva à avenida, impedindo a entrada e saída de veículos na rodovia. Não houve nenhum acidente.. 

Os trabalhadores reivindicam além da Reforma Agrária e Urbana, uma agenda de ações de luta pela democracia, contra o golpe e o fim da violência no campo e criminalização dos movimentos sociais. Participaram cerca de 1000 (mil) pessoas. O MST também relembra em sua ações o Massacre de Eldorado dos Carajás que em 2016 completa 20 de impunidade, e 2 os sem terra assassinados recentemente no Paraná e o agricultor assasinado na Paraíba.

Em defesa da democracia, contra o golpe.

2 comentários:

  1. Parabéns a todos que estão na luta pela democracia!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a todos que estão na luta pela democracia!

    ResponderExcluir