domingo, 11 de fevereiro de 2018

Dom Hélder Câmara e o carnaval

Dom Helder Câmara, 01 de fevereiro de 1975 durante sua crônica radiofônica “um olhar sobre a cidade”da Rádio Olinda AM.

Disse ele: “Carnaval é a alegria popular. Direi mesmo, uma das raras alegrias que ainda sobram para a minha gente querida.

Peca-se muito no carnaval? Não sei o que pesa mais diante de Deus: se excessos, aqui e ali, cometidos por foliões, ou farisaísmo e falta de caridade por parte de quem se julga melhor e mais santo por não brincar o carnaval. 

Brinque, meu povo querido! Minha gente queridíssima. É verdade que na quarta-feira a luta recomeça, mas ao menos se pôs um pouco de sonho na realidade dura da vida!”

Hélder Pessoa Câmara (nasceu em Fortaleza, em 1909 - faleceu em Recife em 1999). Bispo católico e arcebispo emérito de Olinda e Recife. Ficou conhecido internacionalmente pela defesa dos direitos humanos. Recebeu diversos prêmios, entre eles, o Prêmio Martin Luther King, nos Estados Unidos e o Prêmio Popular da Paz, na Noruega. Foi o brasileiro por mais vezes indicado ao Prêmio Nobel da Paz, com quatro indicações. Teve participação ativa no Concílio Vaticano II, sendo eleito padre conciliar nas quatro sessões do concílio.
"Irmão dos pobres e meu irmão", essas foram as palavras do papa João Paulo II a dom Hélder Câmara, na visita que o Papa João Paulo II fez ao Recife em 1980.

Nenhum comentário:

Postar um comentário